Conheça três passos pra comprar animais répteis

Passos para criar répteis

Os animais répteis são vertebrados, ecotérmicos (não possuem temperatura corporal constante) e amniotas (embriões rodeados por uma membrana amniótica). Estas características permite independência do habitat da água para a reprodução, ao contrário dos anfíbios. A pele dos répteis é seca, sem glândulas mucosas e revestidas por escamas de origem epidérmica ou por placas ósseas de origem dérmica. De maioria ovípara (embrião se desenvolve dentro de um ovo alojado dentro do corpo da mãe), os répteis possuem um sistema respiratório complexo. Diante destes fatores, o site Pet Lovers sugere três expressivas dicas para você adquirir o seu réptil com a máxima segurança e com a finalidade de proporcionar uma ótima qualidade de vida ao animal. Acompanhe os passos:

1) ESTUDE MUITO PARA COMPRAR ANIMAIS RÉPTEIS

O primeiro passo é realizar uma profunda pesquisa sobre a classe dos animais répteis. Além de ler livros específicos nas bibliotecas públicas e buscas minuciosas na internet (Google, Yahoo e Bing), você deve conversar pessoalmente com os criadores deste tipo de animal checando todo o sistema de tratamento.

Caso não conhecer nenhum tutor de réptil busque grupos e comunidades nas Redes Sociais tentando um contato através de dispositivos de mensagens e emails. Leia também as discussões dos fóruns, pois sempre aparece fatos interessantes, que você pode levar em consideração na hora de escolher o seu tipo de réptil.

Mentalizar e calcular uma auspiciosa programação de alimentação, pois se o réptil for herbívoro você deverá separar as hortaliças mais adequadas ao biotipo do animal. Se ele for carnívoro você deve saber onde e como comprar a presa ideal. Muitos tutores chegam a criar ratos para alimentar suas cobras, por exemplo.

2) COMPRAR ANIMAIS RÉPTEIS COM SEGURANÇA

Depois de muita pesquisa e informação você escolheu o seu réptil. Neste segundo passo você deve possuir um certificado que comprove a legitimidade de posse, pois esta espécie é protegida pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). Se for comprar num pet shop ou criadouros especializados em répteis, deve solicitar um comprovante de compra ou a cópia de registro do animal.

Você deve aprender a interpretar a procedência do animal junto aos processos de documentação do Ibama, pois eles são denominados através de códigos alfanuméricos. Ao comprar o seu réptil inspecione o local observando se o animal possui algum sinal de inchaço, ferida, corte ou queimadura. Estas cicatrizes evidenciam que o animal não obteve um tratamento adequado. Observe se o animal se desloca naturalmente.

3) MORADA PERFEITA DOS ANIMAIS RÉPTEIS

Pois, bem! Você escolheu seu tipo de réptil preferido, já legalizou toda documentação exigida pelo Ibama, agora vem o momento mais importante: como adaptar o réptil em sua casa, pois sempre que ele muda de instalação, ele apresenta algum tipo de stress e fica totalmente arredio. Lembre-se que cada espécie possui equipamentos obrigatórios que devem ser adquiridos para proporcionar maior segurança para toda família.

Uma dica é não alimentar o réptil de imediato apresentando o prazo de 2 dias para os herbívoros e 7 para os carnívoros. Nestes primeiros dias o animal deve ser constantemente vigiado verificando sua adaptação na nova moradia. Fezes pastosas, com vestígios de sangue ou com germes indicam que o animal não se encontra em boa saúde. A escolha do veterinário também requer muita informação e pesquisa, sempre procurando um profissional especialista neste tipo de espécie.

 

Passos para comprar réptil

Alojamento do réptil: segurança do animal e da família.

Fascínio por animais répteis: muitas pessoas perguntam por qual motivo alguém criaria um réptil, animal insonso, que não contagia a família, pouco se movimenta e sua aparência, na maioria das espécies, é asquerosa. Muitos analisam que o hábito de criar animais exóticos se deve há algum modelo de extravagância, querer sair dos padrões naturais de se criar um cachorro ou gato. Porém, relatos de livros históricos relembram que antes da colonização portuguesa no Brasil, os índios já tinham o prazer de conviver e criar animais répteis denominando-os  de “xerimbabo” (coisa muita querida). Isto demonstra que qualquer que seja o animal que o tutor escolher reside numa opção natural do ser humano e jamais num desvio de comportamento.

Conheça três passos pra comprar animais répteis
5 (100%) 1 vote

The following two tabs change content below.

EDITORA FRAGA

Latest posts by EDITORA FRAGA (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *