Como conviver com um cão da raça Chow Chow

O ‘chinesinho’ da raça Chow Chow (se pronuncia Xau Xau) é um cachorro que suscita muitas dúvidas quanto ao seu comportamento e a maneira de se relacionar com os seus papais humanos.

Ao estudar toda esta linhagem canina, muitos tutores ouviram reclamações e leram textos negativos sobre o processo de criação de um Chow Chow.

No texto abaixo você acompanha os seguintes temas:

O Xau Xau é perigoso?

Por questão natural de comportamento, o Chow Chow é um cão impaciente e arredio. Isto abre muita margem para que ele seja considerado um animal agressivo. Mas, muito longe disto.

Ao adotar um cachorro desta raça, o tutor precisa criar um ambiente agradável e afável incluindo muita paciência e doses cavalares de carinho.

Ao se sentir seguro e amado, o cão se transforma no grande protetor da casa interagindo facilmente com todos os componentes da família.

Como o Xau Xau fica desconfortável?

O principal cuidado que um proprietário de Chow Chow deve tomar refere-se aos movimentos e objetos que possam deixar o seu melhor amigo de quatro patas confuso e numa situação bem desagradável.

Esta raça possui muita dificuldade em se adaptar com pessoas, outros animais e objetos que não conhece. Sua primeira atitude é se retrair e se acuado, ele pode partir para o ataque.

Por isto, o tutor deve procurar apresentar estas possíveis novidades bem devagar e com enorme complacência. Nunca deixe um desconhecido tentar fazer carinho em seu Chow Chow.

Também não coloque brinquedos pets desconhecidos, sem que ele possa observar e verificar e caso adotar outro animal (cão, gato, roedores e outros), vai inserindo ele aos poucos no ambiente.

Falta de socialização

A antipatia é uma das características marcantes da raça Chow Chow. Quando adotar um filhote é fundamental que você inicie um processo de equilíbrio mental, para que ele não se sinta o “centro do universo”.

A própria psicologia veterinária conclui que um cão que não consegue se interagir com outros cães desenvolverá muitos aspectos negativos, se tornando um animal arisco, rabugento, correndo um grande risco de ser ignorado pelos seus tutores.

Para evitar este enorme problema é importante você promover exercícios de socialização para que ele entenda a importância de uma boa convivência e a harmonia nos relacionamentos com humanos e animais.

Adestramento complexo

Outro aspecto desta raça chinesa reside em seu comportamento teimoso, o que dificulta qualquer sistema de adestramento. Para educar este tipo de cão você terá que contratar um profissional muito experiente e talentoso.  

Em média, cada aula custa de R$ 150,00 a R$ 300,00 dependendo de valor de mercado do contratado. O tempo de aula varia, mas de modo geral, ela demora de uma a duas horas.

Mesmo através do método positivo considerado o melhor modelo de adestramento da atualidade, o Chow Chow possui extrema facilidade para se desfocar do comando de seu tutor, e assim, partir para o ataque a uma pessoa desconhecida ou outro cachorro.

Caso contratar um profissional é fundamental que você consiga estar nas aulas de adestramento, pois assim, fica mais fácil a compreensão de seu cão. Um truque muito eficiente para esta raça arredia é fazer outro movimento ou comando, quando ele ameaçar cansaço ou falta de vontade em obedecer.

Conclusão para escolher um Xau Xau

A primeira providência para criar um cachorro desta raça é se despir de qualquer preconceito ou leitura negativa que você absorveu em artigos ou revistas. É fundamental que você tenha noção de todas estas dificuldades, para que você possa multiplicar sua atenção e adicionar porções extras de amor.

Caso for uma pessoa muito ocupada ou possui uma família, cujos membros apresentam uma agenda muito extensa de afazeres do dia a dia é melhor desconsiderar a adoção de um Chow Chow, pois ele sente demais a solidão.

Ao escolher um profissional de adestramento pesquise com muito cuidado e atenção buscando referências e ouvindo sugestões, pois é imprescindível que ele esteja em completa sintonia com o cão e todos os moradores que habitam na residência.

Evite deixar o seu xau xau sozinho, sempre procurando brincar e fazer muito carinho. Quanto mais ‘cute cute’, melhor!

Um lindo xau xau de pelagem marron olhando para a câmara.

                      Xau Xau: o fofinho arisco que precisa de carinho.

 

5/5 - (1 vote)

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.